Terça-feira, 18 de Janeiro de 2005

Quanto vale um bilião?

O significado da palavra bilião e seus equivalentes noutras línguas depende do país. Em Portugal, Reino Unido, Alemanha e países de língua espanhola bilião é de um milhão de milhões, ou seja 1 seguido de doze zeros. Nos Estados Unidos, no Brasil e noutros países é mil milhões, 1 seguido de nove zeros.

Na IX Conferência Internacional do Sistema Internacional de Pesos e Medidas, que se realizou em Paris em 1949, foi unanimente aceite, que um bilião é um milhão de milhões, um trilião um milhão de biliões, etc. No entanto, nos Estados Unidos, no Brasil e noutros países não foi posta em prática essa resolução e continua bilião a significar mil milhões, trilião um milhão de milhões, etc.

Nos países, como Portugal, que adoptaram a decisão da referida conferência internacional, usa-se a regra dos 6N, da qual resulta:

Bilião: 1 seguido de 6.2 = 12 zeros
Trilião: 1 seguido de 6.3 = 18 zeros
Quadrilião: 1 seguido de 6.4 = 24 zeros
.........
.........
Centilião: 1 seguido 6.100 = 600 zeros
.........

Nos outros países a regra é a dos 3.(N+1), da qual resulta:

Bilião: 1 seguido 3.(2+1) = 9 zeros
Trilião: 1 seguido de 3.(3+1) = 12 zeros
Quadrilião: 1 seguido de 3.(4+1) = 15 zeros
.........
.........
Centilião: 1 seguido 3.(100+1)= 303 zeros
.........

Bilhão significa o mesmo que bilião. Era a forma recomendada por Cândido de Figueiredo, um grande linguista do começo do século XX. Essa grafia não vingou em Portugal, mas é habitual no Brasil. Os derivados de bilhão são os mesmos de bilião – bilionésimo, bilionário, etc. Trilhão, quadrilhão, etc. são sinónimos de trilião, quadrilião, etc.

Não diga que a China tem mais de um bilião de habitantes, mas sim que tem uma população de mais de mil milhões.
publicado por João Manuel Maia Alves às 12:11
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Convite

. Acordos de 1990 e 1945

. Boas notícias

. Notícias do acordo ortogr...

. Ortografia – uma convençã...

. Reformas ortográficas

. São Tomé e Príncipe ratif...

. Contracções incorrectas

. Guiné-Bissau e Acordo Ort...

. Cimeira e acordo ortográf...

.arquivos

. Maio 2010

. Março 2008

. Novembro 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds