Quarta-feira, 3 de Maio de 2006

Hífen (16)

O acordo ortográfico estabelece que não se usará hífen em palavras com prefixo terminado em vogal e o segundo elemento começado por erre ou esse. Assim teremos: “antirreligioso”, “”antissemita”,”contrarregra”, ”contrassenha”,”cosseno”, “extrarregular”, ”infrassom”, ”minissaia”, ”biorritmo,” “biossatélite”,”eletrossiderurgia”(sem cê quando o acordo entrar em vigor), “microssistema”, “microrradiografia”.

Existe nesta regra alguma novidade. Actualmente escreve-se “anti-semita”. Com o acordo passará a escrever-se “antissemita”. Generaliza-se o que já é comum em palavras deste tipo dos domínios científico e técnico. Hoje já se escreve, por exemplo, “cosseno” e “microssistema”.

Vimos que o acordo ortográfico não permite a ortografia “microondas”. Se o prefixo e o segundo elemento começassem por vogais diferente, não se usaria o hífen. Quer isto dizer que teremos as ortografias “antiaéreo”, “coeducação”, “extraescolar”, “aeroespacia1”, “autoestrada”, “autoaprendizagem”, “agroindustrial”, “hidroelétrico” (só com um cê quando o acordo estiver em vigor), “plurianual”. Também aqui se generalizará uma prática dos domínios técnico e científico.

Vejamos agora o hífen em palavras com sufixo. Um sufixo coloca-se depois duma palavra para formar uma outra. Assim, colocamos “mente” depois de “fácil” e temos a palavra “facilmente”.

O hífen em palavras com sufixo só se usa quando ele é de origem tupi-guarani e representa uma forma adjectiva, como “açu”, “guaçu” e “mírim”e quando o primeiro elemento acaba em vogal acentuada graficamente ou quando a pronúncia exige a distinção gráfica dos dois elementos: “amoré-guaçu”,”anajá-mírim”,”andá-açu”,”capim-açu”, “Ceará-Mírim”. “Açu” e “guaçu” significam “vasto”, “grande” ao passo que “mirim” quer dizer “pequeno”. Tupi-guarani é uma família de línguas sul-americanas faladas por povos indígenas.

Assim termina a exposição, em dezasseis artigos, do que o acordo ortográfico estabelece sobre o uso do hífen . Não é assunto fácil. Merece um artigo de síntese. Tem de ser preparado com cuidado. Por isso, talvez não seja o próximo.

João Manuel Maia Alves
publicado por João Manuel Maia Alves às 16:32
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Convite

. Acordos de 1990 e 1945

. Boas notícias

. Notícias do acordo ortogr...

. Ortografia – uma convençã...

. Reformas ortográficas

. São Tomé e Príncipe ratif...

. Contracções incorrectas

. Guiné-Bissau e Acordo Ort...

. Cimeira e acordo ortográf...

.arquivos

. Maio 2010

. Março 2008

. Novembro 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds