Terça-feira, 6 de Dezembro de 2005

Acento grave

Leia-se um livro ou um jornal publicado em Portugal antes da reforma ortográfica de 1973 e ver-se-á com o acento grave foi abundantemente usado no passado. Antes de 1945 ainda era usado com mais frequência. Poucas pessoas se lembrarão de ortografias como “lusò-brasileiro”que nessa data foram abolidas.

Em 1971 o Brasil introduziu alterações relativamente ao acento grave que em 1973 o governo português viria a adoptar. Essas alterações tiveram a aprovação da Academia Brasileira de Letras e da Academia das Ciências de Lisboa e foram certamente concertadas entre o governo português e o brasileiro.

Com as alterações ortográficas introduzidas em Portugal e colónias em 1973 e no Brasil em 1971, o acento grave quase desapareceu da ortografia da língua portuguesa.

Na sua Base XII o acordo ortográfico estabelece os poucos casos em que se usa o acento grave. São os seguintes:

- Nas contracções da preposição “a” com os artigos ou pronomes demonstrativos “a” (a + a = à) e “as” (a + as = às)

- Nas contracções da preposição “a” com as palavras “aquilo”, “aquele”, “aquela”, “aqueles”, “aquelas”, “aqueloutro”, “aqueloutra”, “aqueloutros” e “aqueloutras”; destas contrações resultam “àquilo”, “àquele”, etc.

De acordo com estas regras, escreve-se, por exemplo, “à tarde vou passear” e “pergunta àquele homem o que ele quer”.

O acordo dá na Base XIII vários casos de palavras em que não se usa o acento grave. Não era necessário por o acordo estabelecer tão claramente quando se usa tal acento, mas daí não advém nenhum prejuízo. Citemos alguns casos de omissão: “avidamente” (de “ávido”), “mamente (de “má”), “aneizinhos” (de “anéis”), bebezito (de “bebé”), cafezada (de “café”), chapeuzinho (de “chapéu”), “chazeiro” (de “chá”), “heroizito” (de “herói”), “ilheuzito” (de “ilhéu”), “mazinha” (de “má”), “vintenzito” (de “vintém”). A estes exemplos podemos juntar diminutivos como “Marinho” (de “Mário”), “Nelito” (de “Nelo” ou “Manuel”), “Nelita” (de “Manuela”) e “Lalita” (de “Laura”).


João Manuel Maia Alves
publicado por João Manuel Maia Alves às 10:29
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Convite

. Acordos de 1990 e 1945

. Boas notícias

. Notícias do acordo ortogr...

. Ortografia – uma convençã...

. Reformas ortográficas

. São Tomé e Príncipe ratif...

. Contracções incorrectas

. Guiné-Bissau e Acordo Ort...

. Cimeira e acordo ortográf...

.arquivos

. Maio 2010

. Março 2008

. Novembro 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds